Français English Belge FR Belgium NL Nederlands Deutsch Spain Italiano Portugal Czech Slovakia

O seu guia prático

Durante a entrevista

Você está à procura de um emprego, mas não se esqueça que se for chamado para uma entrevista, é porque o seu interlocutor também tem uma necessidade: preencher uma vaga na sua empresa.

As duas partes presentes precisam portanto uma da outra e isto potencia claramente um clima de diálogo interativo, que deve ser estabelecido, durante o qual deverá absolutamente mostrar-se dinâmico e motivado.

  • Eis então alguns conselhos do que deve fazer e/ou não fazer durante uma entrevista e um resumo das armadilhas a evitar:

    • Seja pontual; chegue mesmo com alguns minutos de avanço, isto permitir-lhe-á estar pronto para encontrar o seu interlocutor à hora prevista se lhe for pedido anteriormente de preencher um formulário. Se apesar de todas as precauções que tiver tomado e devido a circunstâncias involuntárias, estiver atrasado, peça desculpa educadamente dando a causa do seu atraso involuntário, mas seja breve e não se envolva em demoradas explicações que apenas agravarão a sua situação.

    • Se tiver de preencher um formulário, faça-o com cuidado. Seja completo e preciso. Não omita ou esqueça alguma rúbrica e se não estiver seguro de si, não hesite em perguntar à pessoa que lhe deu o formulário a preencher ou a pedir-lhe conselho.

    • É possível e até provável que lhe peçam para esperar um pouco antes de encontrar o seu interlocutor.

    • Evite agitar-se nervosamente para em seguida saltar da sua cadeira para se precipitar ao seu encontro assim que ele aparece.

  •  

    • Fique calmamente sentado e espere que ele lhe dirija a palavra antes de se levantar e de ir ao seu encontro.

    • Não se precipite ao seu encontro de mão estendida, mas espere que ele tome a iniciativa de lhe estender a mão.

    • Aperte a mão do seu interlocutor francamente e cumprimente-o educadamente, pelo nome, se o conhecer.

    • Muitos estudos comportamentais indicam que a maneira de apertar a mão diz muito sobre o que tentamos esconder. Tenha isso em mente e aperte a mão do seu interlocutor com franqueza mas sem a esmagar brutalmente. Se o seu interlocutor for uma mulher, lembre-se que muitas delas usam anéis o que torna um aperto de mão muito vigoroso particularmente doloroso.

    • Considere também os seguintes factos:

      • Um aperto de mão demasiado comprido trai um temperamento possessivo e dominante.

      • Um aperto de mão demasiado rápido deixa uma impressão de natureza tímida ou receosa.


 

  • O seu interlocutor olhará em primeiro lugar o seu rosto. Tenha portanto o cuidado de sorrir quando o cumprimentar. Dar-lhe-á uma impressão positiva e manifestará que está feliz de o encontrar e que esta entrevista é muito importante para si.

  • Deixe o seu interlocutor precedê-lo em direção ao local da entrevista, a menos que ele o convide a precedê-lo.

  • Mantenha-se direito e espere que lhe proponham uma cadeira antes de se sentar.

  • O seu interlocutor indicar-lhe-á provavelmente a cadeira na qual se pode sentar mas, se tiver a escolha, instale-se de maneira a que possa ver facilmente o seu interlocutor sem ter de torcer o pescoço.

  • Ao longo da entrevista, continue sorridente e olhe o seu interlocutor de frente.

  • Esteja atento e mostre o seu interesse acerca dos assuntos expostos pelo seu interlocutor.

  • Quando dirige a palavra ao seu interlocutor ou quando este lhe fala, olhe-o sempre nos olhos. Isto não significa, obviamente, que o deve olhar fixamente ou com insistência o que poderia perturbá-lo ou desafiá-lo com o olhar o que poderia dar a impressão de que é arrogante ou ao contrário inseguro.

  •  

    • Se tiver de lidar com vários interlocutores, deve olhar um de cada vez, começando pelo que lhe dirigiu a palavra.

    • Não desvie o seu olhar do seu interlocutor enquanto uma questão não for completamente enunciada ou enquanto a sua intervenção não tiver terminado. Se desviar o olhar após as primeiras palavras, o seu interlocutor pode pensar que você não o escuta ou que o que lhe diz não o interessa.

    • Ao responder a uma pergunta que lhe foi colocada, olhe para cada um deles e quando terminar de responder, olhe novamente o que lhe colocou a questão.

    • Olhar o seu interlocutor de frente ou desviar o olhar são uma forma eficaz de pontuar o seu discurso, de enfatizar certas palavras ou de suspender por um momento o seu pensamento.

    • Pense também nas expressões do seu rosto e o que transmitem ao seu interlocutor. Franzir o sobrolho ou morder os lábios quando o seu interlocutor lhe faz uma pergunta difícil ou lhe faz uma proposta que não lhe agrada pode indicar uma atitude negativa.

    • Fale sempre calmamente.

    • Responda às perguntas com precisão, concretamente e com sinceridade e responda a todas as perguntas que lhe serão colocadas mesmo as mais sensíveis. Tente não ser evasivo ou hesitante, o que poderia dar a impressão de que tem algo a esconder ou que tem falta de confiança em si próprio.

    • Siga o ritmo que o seu interlocutor impõe durante a entrevista, mas não deixe de colocar todas as perguntas cuja resposta gostaria de obter.

    • Fale de si aberta e honestamente, mas sem falsa modéstia. Destaque as suas mais-valias, os seus pontos positivos e no que as suas competências poderiam beneficiar a empresa.
      Refira-se ao posto a ser preenchida e explique também as suas próprias motivações.
      Cabe-lhe apenas a si convencer o seu potencial empregador que ao contratá-lo, está a fazer a escolha certa.

    • O seu interlocutor abordará talvez questões sociais, políticas ou económicas e poderá perguntar-lhe a sua opinião. Nunca se esqueça de que algumas temáticas podem dar origem a controvérsia; responda-lhe portanto honestamente, mas sem se estender mais do que o necessário.

    • O salário, bónus, benefícios, férias, etc... são assuntos importantes mas muitas vezes delicados e difíceis. Muitas vezes, durante uma primeira entrevista, é melhor ignorar estas questões.
      Aborde-as portanto apenas se tiver a certeza de que o seu interlocutor está realmente interessado na sua candidatura, ou se for ele próprio a falar do assunto.
      Tenha o cuidado de conhecer o seu valor de mercado e esteja pronto a dar a conhecer ao seu interlocutor as suas pretensões.

  • Últimos conselhos:

    • Em todos os casos, seja educado e amável. Nunca se enerve e mantenha as suas reações controladas.

    • Não fume, mesmo se lhe for oferecido um cigarro.

    • Não minta.

    • Nunca denigra o seu empregador atual, empregadores anteriores, colegas, etc.

    • Não se denigra a si próprio.

    • Não descure o humor e tentar juntar um pouco de humor à conversa.

    • Comporte-se em todos os momentos como se estivesse decidido a aceitar o emprego proposto. É sempre melhor ter várias oportunidades do que ter apenas uma solução.

    • Desligue sempre o seu telemóvel antes de uma entrevista.

 

  • Para concluir a entrevista:

    • Pergunte ao seu interlocutor qual é a próxima etapa do seu processo de recrutamento.

    • Nunca é obrigado a decidir de imediato e se precisa de um pouco de tempo para pensar e refletir sobre a entrevista que acabou de ter, peça educadamente ao seu interlocutor se pode contactá-lo mais tarde para lhe dar a sua resposta definitiva.

    • Lembre-se evidentemente de agradecer com entusiasmo o seu interlocutor do tempo que lhe dispensou e do acolhimento que lhe reservou.

    • Se sentir que não convenceu realmente o seu interlocutor, esconda o seu desapontamento ou a sua sensação de desânimo: é bem possível que o seu interlocutor procure testar a sua reação na adversidade ou, simplesmente, tenha de consultar primeiro os seus colegas ou receber outros candidatos.

    • Não se esqueça de voltar a cumprimentar o seu interlocutor antes de sair. Cumprimente-o outra vez pelo nome, olhando-o nos olhos.

Registe-se no SMCV, é gratuito



Partant pour trouver le job de votre vie