Français English Belge FR Belgium NL Nederlands Deutsch Spain Italiano Portugal Czech Slovakia

O seu guia prático

Decidir-se: fazer a escolha certa

Teve uma primeira entrevista com o seu potencial futuro empregador e como tudo correu de feição, foi convidado a encontrar-se com ele de novo para aprofundar o contacto e/ou encontrar os interlocutores que intervirão mais diretamente na função que lhe foi proposta.


Esta segunda entrevista será muito diferente do primeiro encontro:

  • será provavelmente mais longa e aprofundada do que o primeiro contacto que teve e terá de levar, de ambos os lados, a uma decisão.

  • os interlocutores que encontrará, serão mais precisos e concisos na sua abordagem e nas suas perguntas porque estão mais diretamente envolvidos na função que será eventualmente chamado a desempenhar.

Ser convidado para uma segunda entrevista faz de si um verdadeiro potencial candidato para a vaga pois conseguiu destacar-se. Não perca portanto de vista que este novo estatuto o coloca em pé de igualdade relativamente aos seus interlocutores, o que lhe permite fazer mais perguntas relevantes sobre a empresa, sobre a sua futura função e sobre as condições para este cargo a ser preenchido.

No entanto, ser convidado para várias entrevistas não significa uma garantia de emprego e até mesmo depois de várias entrevistas, não se pode excluir uma recusa.

Se estas entrevistas não levam, eventualmente, a uma contratação, não ceda ao desânimo e nunca considere uma recusa como um fracasso ou uma perda de tempo: os candidatos são muitas vezes muito numerosos e cada entrevista ou processo de seleção enriquece-o com uma experiência adicional que lhe será útil nos seus futuros empreendimentos.

Fazer a escolha certa, ou seja, escolher uma função ou uma empresa em vez de outra pelas razões certas, é particularmente importante.
Um salário confortável, a simpatia ou empatia dos interlocutores que encontrou durante as suas entrevistas, a imagem externa da empresa poderão não ser razões suficientes para justificar a sua escolha.
É mais importante que se sinta confortável e à altura da função que considera e que o espírito da empresa que o contrata lhe convenha. Tome portanto o seu tempo antes de tomar uma decisão final; pese os prós e contras e faça o balanço das vantagens e inconvenientes antes de se decidir.

O salário é um fator importante e muitas vezes preponderante: deve, obviamente, ter em conta as suas contas, a sua renda, a educação dos seus filhos, o conforto material de sua família, etc...
No entanto, esteja ciente de que o seu crescimento profissional e a sua satisfação pessoal não dependem de seu nível salarial.

Todas as empresas possuem uma cultura, um espírito ou uma filosofia de trabalho que influenciam diretamente o ambiente de trabalho e a atitude geral do pessoal empregado no exercício diário do seu trabalho.

Estes elementos são portanto cruciais e determinarão o seu prazer ou desgosto do trabalho que terá de executar e o seu desenvolvimento profissional.

É portanto importante antes de se decidir definitivamente, que visite a empresa, a fim de sentir o ambiente e encontrar a sua hierarquia direta assim como os seus futuros colegas. Não hesite em pedir esta visita.

Se a função que lhe é proposta não é exatamente aquilo que desejava em termos de nível hierárquico ou em termos de salário, mas que desejava realmente entrar nesta empresa, é ainda mais importante que se informe sobre as possibilidades de evolução e que tente obter do recrutador alguns compromissos (por exemplo, um aumento ou uma mudança de estatuto após 6 meses ou 1 ano). Não hesite em pedir que esses compromissos sejam estabelecidos por escrito.

  • Como fazer a escolha certa?

  • O salário

  • A cultura da empresa

  • Evolução dentro da empresa

  • Viagens ao estrangeiro

Alguns postos incluem viagens frequentes ao estrangeiro. Este fator terá um impacto direto sobre a sua vida privada e a sua vida familiar.
Pondere bem antes de tomar a sua decisão. Peça esclarecimentos sobre o conteúdo, a amplitude, a frequência e a duração das viagens previstas.
Informe-se também como são pagas/financiadas essas viagens ao estrangeiro (prémios, folgas adicionais, despesas, etc...)

 

Registe-se no SMCV, é gratuito



Partant pour trouver le job de votre vie